Skip to content

A eletricidade na era da
infraestrutura climática

05 jul 2019
por David Giordano, Freek Spoorenberg, Rory O'Connor

Na iniciativa global por uma infraestrutura que respeite o clima, nada é mais prioritário do que a modernização do setor mundial de energia elétrica.

Financiamento da segunda fase da revolução das energias renováveis

Até 2050, estima-se que as fontes renováveis de energia – eólica, solar e hidráulica – serão responsáveis por dois terços da produção mundial de eletricidade, e a eletricidade será a principal forma de consumo de energia no mundo (veja os gráficos abaixo). O uso de energia renovável variável nesta escala constitui um esforço grandioso que acarreta mudanças radicais em toda a cadeia de valor da eletricidade e representa oportunidades para investidores em busca de objetivos de sustentabilidade e financeiros.

Nesse mercado competitivo e dinâmico, acreditamos que os investidores precisam:

  • Encontrar investimentos com qualidade institucional dentro das megatendências globais. Em um setor que é definido pelas redes, os vínculos e as colaborações podem ampliar o acesso a novos setores em crescimento e parcerias, como acordos de aquisição de energia para empresas.
  • Fazer uma análise completa e calibrada dos riscos. Atualmente, as avaliações de ativos operacionais em alguns mercados chegaram ao ponto em que acreditamos que ativos em desenvolvimento – ou em fase de construção – podem ter um melhor perfil de risco/retorno.
  • Buscar diversificação em várias dimensões. As oportunidades em ativos de geração continuam disponíveis, embora as melhores possibilidades estejam surgindo na área de armazenamento e transmissão. Uma combinação de recursos – energia eólica em terra firme e alto-mar, assim como solar – pode se associar a uma abordagem global para formar um portfólio resiliente.
  • Avaliar a contribuição de um investimento para os objetivos de sustentabilidade. A energia renovável é uma categoria de investimento com impacto perfeito, respaldada por um conjunto de dados particularmente sólido. Mas os investidores ainda precisam avaliar os efeitos de seus ativos específicos.

As preocupações climáticas se unem agora aos avanços tecnológicos para transformar um setor que, apesar da predominância da energia eólica e solar, ainda depende principalmente de combustíveis fósseis e arquiteturas centralizadas que remontam a um século ou mais. Acreditamos que essa tendência sólida e duradoura apresenta oportunidades atraentes para os investidores preparados para persegui-las.

Um papel crescente para energias renováveis e eletricidade

Esquerda: Fontes atuais e estimadas de geração de eletricidade
Direita: Participação da eletricidade na demanda energética final

Gráfico: Fontes atuais e estimadas de geração de eletricidade e a participação da eletricidade na demanda energética final

 

Fonte: Esquerda: BlackRock, a partir de dados da AIE, Bloomberg New Energy Finance, maio de 2019. Direita: BlackRock, a partir de dados da DNV-GL, maio de 2019. A demanda energética final representa o uso direto de operadoras de energia em transporte, construção e produção. A geração de energia não foi considerada. PJ: um quatrilhão de joules. Informações importantes: qualquer opinião ou previsão representa uma avaliação do ambiente de mercado em um momento específico e não objetiva ser uma previsão de eventos futuros nem uma garantia de resultados futuros. Não há nenhuma garantia de que as previsões feitas se tornarão realidade. 

Capital em risco. Todos os investimentos financeiros envolvem um elemento de risco. Portanto, o valor do seu investimento e do rendimento correspondente irá variar e o valor inicial do investimento não poderá ser garantido. 

Faça o download agora mesmo

David L. Giordano
Head global de energias renováveis, BlackRock Real Assets
Rory O’Connor
Estrategista global de produtos, líder de energias renováveis, BlackRock Real Assets
Freek Spoorenberg
Diretor de investimento global e head europeu de energias renováveis, BlackRock Real Assets