ETFs SÃO FEITOS PARA MOMENTOS COMO ESSES

ETFs SÃO FEITOS PARA MOMENTOS COMO ESSES

Em tempos turbulentos, os investidores têm recorrido aos ETFs para alocar capital, ajustar posições e gerir o risco.
Paragraph-2,Paragraph-3,Image Cta-3,Related Content-2
Paragraph-1,Image Cta-2,Related Content-1

Transacionar ETFs em tempos incertos

Capital sujeito a risco. O valor e a rentabilidade dos investimentos tanto podem diminuir como aumentar, pelo que não podem beneficiar de qualquer garantia. Os investidores devem estar cientes de que podem não recuperar o valor originalmente investido.

Síntese

  • Apesar da apreensão do mercado, os ETF continuam a proporcionar aos investidores liquidez e acesso eficiente ao mercado quando mais deles necessitam.
  • Os volumes recorde de negociação demonstram liquidez no meio da volatilidade: os volumes de negociação de ETF europeus aumentaram para mais do dobro dos volumes normais — de uma média em 2019 de 44 mil milhões de USD para entre 110 mil milhões e 120 mil milhões4 de USD nas semanas de 24 de fevereiro de 2020 a 13 de março de 2020.
  • Os ETF de rendimento fixo refletem preços em tempo real: a transparência da negociação em Bolsa revelou-se preciosa para investidores ativos e outros participantes do mercado durante tempos de tensões, uma vez que os ETF ajudam a estabelecer preços em tempo real quando a negociação no mercado subjacente está debilitada.

4BlackRock em 16 de março de 2020.

Transferência: 2 coisas que deve saber sobre a negociação recente de ETF europeus

Nos mercados voláteis observámos duas tendências principais na negociação de ETF europeus. Saiba mais agora no nosso resumo de duas páginas.
LER O DOCUMENTO NA ÍNTEGRA LER O DOCUMENTO NA ÍNTEGRA

Enviar um sinal claro: Os ETF de rendimento fixo mostram onde os mercados obrigacionistas estão a negociar em tempo real

Capital sujeito a risco. O valor e a rentabilidade dos investimentos tanto podem diminuir como aumentar, pelo que não podem beneficiar de qualquer garantia. Os investidores devem estar cientes de que podem não recuperar o valor originalmente investido.

Síntese

  • Os investidores têm recorrido cada vez mais aos ETF de rendimento fixo para obterem clareza e cor sobre o que está a acontecer nos mercados obrigacionistas.
  • Os ETF de rendimento fixo podem refletir com precisão as condições dos mercados, melhorando simultaneamente a transparência dos preços, proporcionando acesso à liquidez e oferecendo uma negociação imediata que não esteve disponível em obrigações individuais durante este período sem precedentes de tensão do mercado.
  • Em tempos de incerteza, os investidores utilizaram os ETF de rendimento fixo como instrumento para reequilibrar participações, cobrir carteiras e gerir riscos.

Em plena turbulência dos mercados de fevereiro a março de 2020, estimulada por preocupações pandémicas, os investidores recorreram cada vez mais a fundos de índices cotados (ETF) de rendimento fixo para obter clareza sobre o que estava a acontecer nos mercados obrigacionistas. A volatilidade do mercado observada durante este período demonstrou como os ETF de rendimento fixo podem refletir com precisão as condições dos mercados, melhorando simultaneamente a transparência dos preços e proporcionando acesso à liquidez em períodos de tensão do mercado.

Os comentadores especularam durante muito tempo sobre o que aconteceria se os ETF de rendimento fixo fossem testados por um choque de mercado único e levantaram questões sobre a capacidade de os ETF resistirem a vagas de venda. O período entre fevereiro e março de 2020 demonstrou que os ETF resistiram bem às condições extremas do mercado de rendimento fixo, oferecendo liquidez aos investidores. Os investidores recorreram aos ETF obrigacionistas mais líquidos para os ajudar a enfrentar as perturbações do mercado obrigacionista. Ao fazê-lo, estes ETF de referência tornaram-se fontes de descoberta de preços em tempo real para mercados em que a transparência das cotações e a atividade de negociação se deterioraram.

À medida que os mercados obrigacionistas se tornaram mais voláteis, os investidores afluíram aos ETF de rendimento fixo

Como a volatilidade dos mercados financeiros aumentou de finais de fevereiro a finais de março de 2020, os ETF de rendimento fixo iShares UCITS negociaram uma média de 17,5 mil milhões de dólares (de 21 de fevereiro a 20 de março), mais do dobro da média semanal de 7,8 mil milhões de dólares de 2019.1

Os investidores têm negociado mais ETF de rendimento fixo em momentos de incerteza e acreditamos que isto se deve ao facto de tornarem conveniente reequilibrar participações, cobrir carteiras e gerir riscos. Os maiores dias de negociação durante este período registaram recordes de negociação no mercado secundário de vários ETF de referência como, por exemplo, um grande UCITS ETF de obrigações de empresas denominado em euros, atingindo 1,2 mil milhões de dólares a 6 de março, isto é 6,6 vezes o Volume Médio Diário (VDA) de 12 meses do fundo. A negociação no mercado secundário de um grande UCITS ETF de obrigações de empresas de elevado rendimento denominado em euros foi igualmente elevada, atingindo 590 milhões de dólares a 13 de março (5 vezes o VDA).2

Em toda uma gama de ETF que procuram acompanhar os índices obrigacionistas, a implicação é clara: à medida que os mercados se tornaram mais voláteis, os investidores afluíram aos ETF de rendimento fixo.

Fonte: Bloomberg a 20 de março de 2020
2. Fonte: Bloomberg a 20 de março de 2020

À medida que mais investidores recorrem aos ETF de rendimento fixo, estes estão a tornar-se indicadores de preços em tempo real

Os ETF de rendimento fixo são frequentemente negociados, o que permite aos preços dos ETF integrarem mais informações em tempo real do que as obrigações de carteira mais negociadas. É especialmente verdade durante períodos de mercados voláteis, dado que a atividade de negociação dos ETF aumenta. Destacamos a seguir um exemplo em que os ETF demonstraram ser uma fonte de descoberta de preços.

A 12 de março, um dos piores dias para os índices de referência bolsistas dos EUA na história moderna, as ações iShares de um grande UCITS ETF de obrigações de empresas denominado em dólares mudou de mãos mais de 1000 vezes na bolsa e no mercado de balcão (OTC), enquanto as suas cinco maiores participações subjacentes foram negociadas, em média, apenas 37 vezes cada uma. Durante março de 2020, mais de metade das obrigações deste ETF foi negociada entre zero e cinco vezes por dia, em média, enquanto o ETF foi regularmente negociado com maior frequência do que as obrigações da carteira subjacente. 3 

3.Fonte: BlackRock, TRACE a 24 de março de 2020

À medida que mais investidores recorrem aos ETF de rendimento fixo, estes estão a tornar-se indicadores de preços em tempo real

 

Fonte: FINRA TRACE, BlackRock de 2 a 20 de março de 2020.
Inclui apenas compras e vendas de investidores finais - não inclui transações entre corretores.

Apenas para fins ilustrativos.

Os ETF de rendimento fixo alcançaram os resultados esperados

Os investidores acabam por utilizar ETF obrigacionistas indexados para procurar o desempenho do índice. Muitos dos ETF de rendimento fixo iShares de referência proporcionaram isso, inclusive face a uma volatilidade extrema. E a volatilidade do mercado em março não afetou o acompanhamento dos índices a mais longo prazo. As informações sobre o desempenho e o acompanhamento de cada ETF iShares estão disponíveis diariamente para todos os investidores.

Transferência: Enviar um sinal claro

Os ETF de rendimento fixo mostram onde os mercados obrigacionistas estão a negociar em tempo real
LER O DOCUMENTO NA ÍNTEGRA LER O DOCUMENTO NA ÍNTEGRA