ATOS DE INVESTIMENTO

Como escolher os ETFs certos

22 mai 2017
por BlackRock

Com mais de 5.000 ETFs à sua escolha, construir sua base com ETFs requer uma estrutura. Investidores institucionais contam com processos de diligência devida abrangentes para selecionar produtos de investimento. Fazer cinco perguntas-chave pode ser uma estratégia simples ao selecionar ETFs para a base de seu portfólio.

Até que ponto você conhece
seu provedor?

Considere tanto a experiência do provedor no mercado de ETFs quanto o seu tamanho, escala, histórico e nível de comprometimento com a indústria de ETFs e com a gestão de exposições diante de uma regra ou índice. Cada provedor de ETF pode ter sua própria filosofia de investimento. Vale notar que seu provedor de ETF deve oferecer serviços de valor agregado, como um site fácil de usar, com ferramentas que lhe ajudem a construir sua base.

Você consegue ter a exposição
que deseja?

ETFs, mesmo dentro de uma determinada classe de ativos ou um segmento de mercado, podem variar significativamente. Fique atento ao índice e consulte o seu consultor financeiro sobre as diferenças entre os produtos e sua capacidade de acompanhar um índice de base ou parâmetro de comparação. Entenda a exposição que você quer e assegure-se de que os ETFs que você selecionou estejam captando essa exposição.

Há implicações de risco e conformidade na estrutura do ETF?

Procure ETFs cujo design de produto equilibre a exposição desejada, o custo e a eficiência fiscal, além da liquidez. Em geral, a estrutura do ETF pode ajudar a minimizar consequências fiscais indesejadas. De um modo geral, os ETFs tendem a apresentar um giro menor em relação a fundos ativamente geridos, o que pode ajudar a minimizar impostos anuais sobre os ganhos de capital./p>

É possível negociar quando
for preciso?

Uma vez que os ETFs são negociados em bolsas, a liquidez é um fator considerável que leva muitos investidores a utilizá-los. Mesmo no caso de investimentos de base, que têm, por natureza, um prazo mais longo, você ainda quer garantir que terá a capacidade de negociar quando for a hora de reduzir ou ampliar sua exposição. No entanto, certifique-se de avaliar a liquidez do ETF em si, bem como a dos títulos subjacentes.

Qual é o custo total da propriedade?

Proporções de despesas são importantes; no entanto, todos os custos implícitos, incluindo negociação e impacto de mercado, devem ser levados em conta. Seu consultor financeiro pode ajudá-lo a estimar o impacto de suas negociações antes de posicioná-las. ETFs iShares Core de baixo custo são um excelente ponto de partida a considerar como posições de base para o seu portfólio.