Progresso dos compromissos de sustentabilidade

Progresso dos compromissos de sustentabilidade

Como estamos ajudando os nossos clientes a alcançarem os seus objetivos de sustentabilidade

Maio 2020

Nos últimos meses, o mundo potencialmente viveu a crise mais grave das nossas vidas. A pandemia provocou uma extraordinária agitação financeira, econômica e humana e colocou em evidência a importância da resiliência no meio da incerteza. Nos últimos meses, vimos que, independentemente da indústria, fortes características de sustentabilidade têm sido essenciais para ajudar as empresas a ultrapassar a crise, e os investidores têm procurado cada vez mais estratégias de investimento sustentáveis. Continuamos estabelecendo parcerias com os nossos clientes para atingir os seus objetivos de sustentabilidade.

Em janeiro de 2020, nós delineamos uma série de iniciativas com objetivo de fazer da sustentabilidade uma parte integrante da forma como a BlackRock gerencia o risco, constrói portfólios, estrutura produtos e se relaciona com as empresas, em nome dos nossos clientes. No centro desses compromissos é a nossa visão de investimento de que os portfólios integrados à sustentabilidade podem oferecer aos clientes maiores retornos ajustados ao risco no longo prazo. Esta visão se fundamenta em duas principais convicções, derivadas das perspectivas de pesquisa e desenvolvimento da BlackRock: a primeira, que as empresas que melhor gerenciam os temas relacionados à sustentabilidade deverão ser mais resilientes no longo prazo, e a segunda, que estamos no limiar de uma mudança estrutural, profunda e de longo prazo nas preferências globais dos investidores em direção à sustentabilidade, que ainda não está totalmente precificada pelo mercado de hoje e que, portanto, pode trazer retornos superiores durante um longo período de transição.

Embora a turbulência do mercado registrada no primeiro trimestre de 2020 seja um período curto e, portanto, não determinante, ele é consistente com a resiliência das estratégias sustentáveis que tem sido observada em recessões passadas, como detalhado na nova pesquisa, Investimento sustentável - resiliência em meio à incerteza da BlackRock Sustainable Investing. Durante a recente recessão, observamos duas importantes tendências durante a crise:

  • As estratégias de investimento sustentável se mostraram globalmente resilientes em meio à volatilidade do primeiro trimestre de 2020. A nossa própria pesquisa e a de terceiros demonstrou que os índices sustentáveis tendem a ter um desempenho superior ao dos índices de referência da sua empresa-mãe durante o primeiro trimestre (o Morningstar reportou 51 dos 57 índices sustentáveis que apresentou, por exemplo, um desempenho superior ao dos seus congéneres de mercado).1 É importante notar que, embora alguns destes fundos correspondentes a estes índices tenham beneficiado de sub-ponderações estruturais para a energia e os serviços públicos, verificamos que a maior resiliência das estratégias sustentáveis em comparação com os fundos de indexados convencionais durante este período não resultou principalmente de uma menor exposição à energia.2 As pontuações ambientais, sociais e de governança (ESG) das empresas dentro dos setores mostram que as pontuações das ESG foram materiais na diferenciação entre líderes e atrasados nos mercados globais - incluindo o setor energético e os subsetores de energia, como petróleo e gás - durante este período de grande volatilidade.3
  • O interesse dos investidores em estratégias sustentáveis se acelerou durante o período de crise. Em fevereiro, a BlackRock publicou uma pesquisa sobre a nossa visão indicando que haveria uma longa e persistente mudança em direção aos ativos sustentáveis, que ainda não está totalmente precificada pelo mercado. Embora alguns analistas tenham especulado, no primeiro trimestre de 2020, que a crise atual atrasaria essa tendência, na realidade o que vimos foi uma aceleração desta mudança por todos os setores. No primeiro trimestre deste ano, os fluxos globais de fundos mútuos sustentáveis e de ETFs na indústria totalizaram US$40,5 bilhões de dólares, tendo os EUA registado um fluxo recorde de US$7,4 mil milhões de dólares4 em estratégias sustentáveis. Esta é uma tendência que esperamos ver através da atual pandemia, da recuperação, e no futuro.

No curto prazo, prevemos que algumas empresas precisarão realocar recursos de iniciativas sustentáveis para lidar com prioridades causadas pela pandemia e suas consequências econômicas. No entanto, ao longo do tempo, esperamos, particularmente dos líderes do mercado, que as empresas continuem aumentando seu foco em gestão sustentável, e que isso impulsione os retornos no longo prazo.

Durante os últimos meses, a BlackRock se dedicou a apoiar intensamente as pessoas e as comunidades durante a pandemia, além de ajudar nossos clientes a navegarem pela turbulência dos mercados. Nesse período, o interesse em estratégias de investimento sustentável entre os clientes da BlackRock continuou crescendo, e a BlackRock registou US$15,5 mil milhões de dólares em fluxos para estratégias sustentáveis no primeiro trimestre - o nosso maior trimestre histórico de investimentos sustentáveis. Com o interesse contínuo dos clientes na sustentabilidade, e sua crescente importância como um fator na geração de retornos sobre o investimento, continuamos promovendo as iniciativas que detalhamos para os clientes em janeiro, para fazer da sustentabilidade o nosso padrão de investimento.

O progresso da BlackRock em fazer da sustentabilidade o nosso padrão

Em janeiro, a BlackRock definiu as iniciativas de longo prazo em três áreas principais:
Construir portfólios sustentáveis, resilientes e transparentes
Construir portfólios sustentáveis, resilientes e transparentes
Aumentar o acesso ao investimento sustentável
Aumentar o acesso ao investimento sustentável
Reforçar o relacionamento, o voto e a transparência na gestão
Reforçar o relacionamento, o voto e a transparência na gestão

Segue um resumo dos nossos avanços em cada uma dessas áreas, desde janeiro.

1) Construir portfólios sustentáveis, resilientes e transparentes

Estamos trabalhando para integrar a sustentabilidade em todos os processos da construção do portfólio.

Sustentabilidade nas nossas soluções de portfólio – Em janeiro, falamos da nossa intenção de fazer dos fundos sustentáveis o padrão na modelagem de soluções de investimento que oferecemos aos nossos clientes, sempre que possível, em linha com as preferências dos clientes e de acordo com as regulamentações aplicáveis. Desde então, o interesse dos clientes tem superado as expectativas, e conseguimos um grande progresso nos últimos três meses.

  • Principais modelos de portfólios: Atualmente, estamos disponibilizando modelos ESG como componentes essenciais da nossa gestão nos EUA e na Europa, e estamos ativamente construindo novas frentes na Austrália e Ásia, que esperamos lançar até o final de 2020.
    Também integramos a oferta de ESG dentro dos nossos renomados portfólios de índices gerenciados e de alocação direcionada, na Europa e nos EUA, respectivamente.
  • Soluções de alocação de ativos: Estamos buscando soluções de alocação de ativos para oferecer aos investidores uma carteira diversificada e sustentável em vários ativos em um único produto.
  • Soluções para aposentadoria: Estamos tomando todas as medidas necessárias e esperamos lançar uma série de estratégias sustentáveis de data definida nos EUA. Será o primeiro conjunto de produtos de data definida, baseados em índices, da história do setor, que busca proporcionar aos investidores uma solução integral de aposentadoria sustentável, de acordo com o nosso compromisso de desenvolver uma estratégia sustentável de data definida.
  • Gestão de caixa: Em 2019, a BlackRock desenvolveu a primeira estratégia de gestão de caixa focada na sustentabilidade ambiental na indústria. Desde então, continuamos expandindo nossas ofertas de gestão de caixa em ESG, convertendo um fundo do mercado financeiro já existente para investidores individuais dos EUA na estratégia LEAF e acrescentando uma opção de investimentos para os investidores institucionais do Canadá. Desde seu lançamento, os ativos abrangidos por todos os produtos de gestão de caixa sustentáveis, já somam mais de US$ 12 bilhões.5

Reforçar a integração da sustentabilidade nos processos de investimentos ativo – Em janeiro, definimos diversos passos para reforçar a integração da sustentabilidade nos processos de investimentos ativo.

Assumimos um compromisso para que, ao final de 2020, todos os portfólios ativos e estratégias de consultoria estejam completamente integrados aos ESG alinhados com os nossos clientes, o que significa, por portfólio, que os nossos gestores devem ter a responsabilidade para gerenciar adequadamente a exposição aos riscos de ESG e registrar como essas considerações são utilizadas nas decisões de investimento. Em 30 de abril, mais de 70% dos aproximadamente 5.600 portfólios ativos geridos pela BlackRock já cumpriam com esses dois critérios. Todos os nossos portfólios ativos deverão estar completamente integrados ao ESG até o final do quarto trimestre de 2020.

Monitorar o risco ESG em estratégias ativas – Em janeiro, o grupo de Risco e Análise Quantitativa (RQA) da BlackRock, responsável pela avaliação de todas as contrapartes dos investimentos e riscos operacionais do banco, começou a avaliar o risco ESG durante as revisões regulares com os gestores de portfólio. Esse processo garantirá que os procedimentos principais de revisão de risco dos investimentos da BlackRock considerem os riscos ESG ao mesmo tempo que monitoramos os indicadores tradicionais de risco, como o risco de crédito e de liquidez.

Atualmente, cada uma das nossas estratégias de investimentos ativos tem uma estrutura integrada de ESG, utilizada para determinar como e quando devem ser utilzados os elementos relevantes de sustentabilidade no processo de investimento. Essas estruturas de integração servem como referência às revisões de risco de portfólio e serão utlizadas em conjunto com o Painel de Exposição ao Risco de Sustentabilidade, painéis padronizados, que analisam as exposições ao risco ESG e pontua as posições da carteira, em revisões periódicas entre os gestores de portfólio e o RQA.

Além das revisões periódicas com o RQA, os gestores de portfólio dos diferentes produtos de investimento ativos, juntamente com os diretores de investimento daqueles grupos e seus pares do RQA, realizam revisões trimestrais de portfólio para avaliar o desempenho e os riscos através das estratégias ativas. No primeiro trimestre, essas sessões passaram a incluir a avaliação e a documentação da exposição ao risco e desempenho ESG, bem como a revisão das considerações de ESG relevantes para os objetivos de investimento de um fundo. Esperamos que, ainda no segundo trimestre, esse processo formal esteja implementado em 100% das estratégias gerenciadas de forma ativa.

Para elevar o escrutínio sobre os problemas relacionados a ESG, estamos continuamente avaliando o perfil do risco-retorno e as externalidades negativas, apresentadas por setores e posições específicos de alto risco, para maximizar o retorno aos nossos clientes a longo prazo. Como resultado desse escrutínio, atualmente não temos exposição aos portfólios ativamente administrados de dívida pública ou de ações, onde temos restrições para investir em determinados setores com elevado risco ESG, como fabricantes de sistemas de armamentos controversos, ou empresas em que mais de 25% das receitas provenham da produção de carvão para geração de energia. 

Reforçar nossos dados e análises ESG – A BlackRock tem liderado o desenvolvimento de ferramentas de medição exclusivas para aumentar nosso entendimento sobre os riscos de sustentabilidade relevantes.

  • No ínicio de maio, anunciamos uma aliança estratégica com o Rhodium Group, uma empresa independente e líder em pesquisa climática, para combinar seus dados com nossa modelagem de risco e desenvolver análises de riscos climáticos físicos para diversas classes de ativos globalmente.
  • Nossa ferramenta Carbon Beta existente, desenvolvida no ano passado para realizar testes de estresse em emissores e portfólios quanto a cenários de preços do carbono, foi usada por 28 diferentes clientes do que nunca durante o primeiro trimestre deste ano.

Nas análises ESG, estamos expandindo a profundidade e a abrangência dos dados no Aladdin, desenvolvendo um número exponencialmente maior de pontos de dados.

  • Estamos desenvolvendo uma plataforma de inteligência ESG para a comunidade do Aladdin, para integrar o ESG e compreender os impactos financeiros relacionados.
  • Em abril, anunciamos uma parceria com a Microsoft para estimular a inovação em dados e em tecnologia que promova comportamentos corporativos sustentáveis.

Reforçar a transparência das características de sustentabilidade nos produtos de investimento – Para auxiliar os investidores na clara identificação dos riscos de sustentabilidade nos investimentos, no ano passado passamos a mostrar a pontuação ESG e as emissões de carbono, entre outras métricas, para a maioria dos fundos iShares que oferecemos globalmente. Subsequentemente, começamos a apresentar as características de sustentabilidade, não apenas para os fundos de índice, mas também para todos os fundos de investimento, tanto de índice quanto de ativos, que a BlackRock oferece na Europa, onde disponível Ao final de 2020, esperamos que todos os fundos de varejo globais da BlackRock, de índice e ativos, apresentarão essas características de sustentabilidade. Acreditamos que isso aumenta o nível de transparência em toda a indústria.

2) Aumentar o acesso ao investimento sustentável

Dobrar a nossa oferta de ETFs de ESG  Em janeiro, nos comprometemos a dobrar (para 150) a nossa oferta de ETFs de ESG globalmente durante os próximos anos, de forma que os clientes tenham mais opções para construirem seus portfólios.

Desde janeiro, lançamos 16 novos ETFs de ESG na Europa, EUA e Canadá. Estamos também tomando as medidas necessárias e esperamos lançar mais 11 ETFs de ESG nos próximos meses na Europa, Estados Unidos e América Latina. Com o lançamento desses 27 novos fundos, o número total dos nossos fundos sustentáveis chegará a 105 ETFs. E, ainda mais importante, esses novos fundos, em conjunto, continuam inovando e expandindo a abrangência dos produtos ESG para atender às necessidades dos investidores em uma ampla gama de classes de ativos (como renda fixa), estilos de investimento (como volatilidade mínima) e mercados (incluindo novos mercados emergentes, como o México).

Trabalhar com provedores de índices para expandir e melhorar o universo de índices sustentáveis – Em janeiro, assumimos o compromisso de nos engajarmos com os principais provedores de índices para criarem versões sustentáveis dos seus principais índices e, assim, expandir as opções de sustentabilidade para os investidores. Temos cumprido com o compromisso de engajar e esperamos lançar novos fundos sustentáveis, baseados nos principais índices até o final do ano. Recentemente anunicamos um acordo com um provedor de índice, que vai nos ajudar a contnuar o crescimento da nossa plataforma sustentável.

Expandir a adoção das estratégias de investimento ativo sustentável na empresa – Nossa plataforma global agora tem mais de 60 produtos ativos sustentáveis, abrangendo ações, renda fixa e investimentos alternativos. As novas adições incluem:

  • Lançamos um novo fundo mútuo sustentável nos EUA. e estamos tomando as medidas necessárias e esperamos lançar cinco fundos adicionais nos EUA. ainda neste ano. Nossas soluções incluem um novo Global Equity Impact Fund na Europa, que está alinhado aos Princípios operacionais para gestão de impacto da IFC do Banco Mundial, e planjemaos ter soluções de impacto adicionais nos EUA em nos próximos meses.
  • A BlackRock também lançou em abril o primeiro fundo global de títulos de retorno total ESG sem restrições, com nosso fundo UCITS global range fund em Luxemburgo. O fundo já possui mais de US$ 500 milhões em ativos sob gestão e é o fundo correspondente ao fundo global UCITS sem restrições da BlackRock, com US$ 9,4 bilhões sob gestão.6
Investimento sustentável - resiliência em meio à incerteza
No primeiro trimestre de 2020 registrou uma desaceleração histórica do mercado. Em meio a esta volatilidade, as estratégias sustentáveis demonstraram a sua resiliência, e a preferência dos investidores pela sustentabilidade aumentou.
Leia mais Leia mais
Investimento sustentável - resiliência em meio à incerteza

3) Reforçar o relacionamento, o voto e a transparência na gestão

A gestão de investimentos é um componente essencial da nossa responsabilidade fiduciária. Conforme observamos em janeiro, trabalhamos há anos em parceria com as empresas sobre temas de sustentabilidade, de acordo com as nossas prioridades de relacionamento e os relatórios de gestão anuais. Dada a crescente relevância dos fatores de sustentabilidade, nossa equipe de gestão de investimento intensificou, neste ano, seu foco e relacionamento com as empresas sobre riscos relativos à sustentabilidade, ainda mais se considerarmos os recentes eventos que afetaram os mercados e a sociedade.

Acreditamos que estes são claros impulsionadores de valor e risco a longo prazo. O que aprendemos com nossos relacionamentos é que, enquanto equipes de gestão e conselhos de administração lutam contra as ameaças existentes aos seus negócios, decorrente da pandemia da COVID 19, eles também estão conscientes do fato de que suas ações de hoje produzirão efeitos diretos sobre a sua licença social para operar no futuro. Estamos recebendo informações das empresas em primeira mão sobre como estão tentando equilibrar os interesses das distintas partes interessadas: acionistas, funcionários, clientes, fornecedores e a sua comunidade.

Prioridades de relacionamento e diretrizes de voto  Consistente com os compromissos definidos em janeiro, atualizamos nossas diretrizes de voto em nove mercados, para alinhamento com nossa carta aos clientes, de janeiro. Além disso, quando publicamos nossas prioridades de relacionamento para 2020, nós as mapeamos pela primeira vez, de acordo com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU, como por exemplo, igualdade de gênero e energia acessível e limpa. Para cada prioridade, também adicionamos indicadores de desempenho específicos, sobre como esperamos que as diretorias assumam a responsabilidade pelos seus atos. Também publicamos novos comentários de relacionamento, detalhando como estamos estabelecendo a relação com as empresas nos seguintes temas de sustentabilidade principais:

Promover relatórios alinhados com o SASB e a TCFD A BlackRock não é apenas membro fundador do TCFD, como também tem incentivado as empresas, ao longo dos anos, a aumentar a divulgação de informações nos relatórios, em linha com a TCFD e o SASB. Essa foi uma importante parte da carta de Larry Fink para os CEOs deste ano. É um prazer anunciar um aumento de 180% nas divulgações SASB, em relação a 2018 e o SASB reportou um crescimento significante no número de companhias baixando seus padrões. Em fevereiro de 2020, mais de mil empresas, totalizando um valor de mercado de US$ 12 trilhões, endossaram as recomendações da TCFD, incluindo mais de 473 empresas financeiras que representam um total de US$ 138,8 trilhões de ativos sob gestão. Isso representa uma importante área de relacionamento para o nosso time de gestão de investimento neste ano, e temos a satisfação de ver empresas (como o Netflix e a Sanderson Farm7)se comprometerem, desde janeiro, após consulta a muitos de seus acionistas, a integrar o SASB aos relatórios divulgados neste ano.

Transparência reforçada Diante do crescente interesse de clientes e da sociedade em geral nos nossos esforços de gestão, assumimos, em janeiro, o compromisso de estabelecer um novo padrão de transparência para o setor. Desde então, realizamos diversas ações e comprometimentos, incluindo a publicação dos seguintes materiais:

As referências de empresas são apenas para fins ilustrativos. Não são recomendações para comprar ou venda qualquer garantia.

  • Relatório trimestral global de gestão: fornece estudos de caso sobre relacionamentos individuais e dados sobre o número de empresas com quem mantemos relacionamento globalmente, através de diversos tópicos ESG, incluindo assuntos relacionados à COVID‑19.
  • Atividade de engajamento global trimestral: um novo resumo com detalhes do tópico que inclui uma lista de todas as empresas (688) com as quais nos engajamos no trimestre, bem como os tópicos de engajamento.
  • Divulgações trimestrais de votação: uma modificação da frequência de divulgação sobre votação de anual para trimestral, em que fornecemos uma justificativa para os principais votos.
  • Informe de votação: detalhando nossos votos e a justificativa de votação em temas complexos ou de elevado perfil. Como a temporada de divulgações financeiras já começou, já foram incluídos informes de votação para 17 empresas.
  • Melhorias nos relatórios dos clientes: novas funcionalidades implementadas por meio do Aladdin para fornecer relatórios de relacionamento corporativos específicos do portfólio para os nossos clientes.

O papel fiduciário da BlackRock é a base do nosso modelo de negócio e de nossa cultura. Como fiduciários, investimos em nome de nossos clientes, não em nosso próprio nome, e gerenciamos seu patrimônio de maneira consistente com suas preferências. Nesse sentido, temos a obrigação de compartilhar nossas convicções de que todos os investidores – especialmente aqueles que poupam para atingir metas de longo prazo, como aposentadoria – deveriam considerar a sustentabilidade nos seus investimentos.

Os eventos extraordinários de 2020 apenas reforçam tais convicções. 

Embora o cenário atual crie desafios sem precedentes para as empresas, acreditamos firmemente que, ao longo do tempo, o foco dedicado à gestão de riscos específicos de ESG será fundamental para obter retornos sustentáveis no longo prazo para investidores com foco de longo prazo.

Fontes

https://www.morningstar.com/insights/2020/04/06/how-did-esg-indexes-fare?utm_source=eloqua&utm_medium=email&utm_campaign=&utm_content=0
https://www.morningstar.com/articles/976361/sustainable-funds-weather-the-first-quarter-better-than-conventional-funds
Os dados para esta análise são capturados de diversas fontes pela BlackRock, incluindo websites de fornecedores, prospectos de fundos, comunicados de imprensa de fornecedores, pesquisas com fornecedores, Bloomberg, Bolsa Nacional de Valores, Strategic Insight Simfund e Wind. Todos os montantes são reportados em dólares americanos. Os fluxos são derivados utilizando os valores diários dos ativos líquidos e das ações em circulação utilizando os dados mais recentes que podemos captar no final do mês. Para produtos com cotações cruzadas, atribuímos os fluxos líquidos e os ativos às cotações primárias. Os dados são a partir de 31 de Março de 2020.
BlackRock. A partir de 11 de Maio de 2020
BlackRock. A partir de 11 de Maio de 2020
As referências de empresas são apenas para fins ilustrativos. Não são recomendações para comprar ou venda qualquer garantia.
BlackRock. A partir de 13 de Maio de 2020

Onde nos encontramos

Uma transformação estrutural nas finanças
Uma transformação estrutural nas finanças
As alterações climáticas estão conduzindo uma reavaliação importante dos riscos e antecipamos uma realocação significativ.
Colocando a sustentabilidade no centro da nossa forma de investir
Colocando a sustentabilidade no centro da nossa forma de investir
As carteiras integradas a sustentabilidade podem ajudar os investidores a atingir os seus objetivos financeiros.