Skip to content
INSIGHTS GLOBAIS

Sustentabilidade: o futuro do investimento

01 fev 2019
por BlackRock Investment Institute

O investimento sustentável já foi visto como uma escolha entre valor e “valores pessoais”. Mas hoje é algo que os investidores já não podem ignorar. O que mudou? Dados mais detalhados, análises mais sofisticadas e um novo entendimento de sustentabilidade, bem como a conscientização cada vez maior de que fatores ambientais, sociais e de governança (que formam em inglês a sigla ESG) podem ser associados ao potencial de crescimento em longo prazo de uma empresa.

A BlackRock está aumentando seu foco em sustentabilidade em todos os sentidos, desde os processos de investimento até as soluções de investimento que oferecemos. Há um reconhecimento cada vez maior de que essa área apresenta uma fonte em grande parte inexplorada de informações capazes de identificar riscos de investimento e gerar retornos superiores. Contudo, esses dados são imperfeitos, as metodologias de escore diferem, e os investidores precisam obter maior clareza sobre as armadilhas dessa área em ascensão.

Analisamos os três principais temas que impulsionam a transformação em investimento sustentável: o objetivo de criar portfólios e estratégias sustentáveis que não comprometam os retornos financeiros; o esforço em utilizar pesquisas inovadoras que vão além dos principais escores de ESG; e a integração de questões de sustentabilidade a estratégias tradicionais de investimento. O trabalho que realizamos reforça nossa convicção de que o futuro do investimento é sustentável.

Resumo

  • Investimento sustentável já não é mais um nicho; é uma tendência que está ganhando predominância. Os ativos em estratégias exclusivas de investimento sustentável ao redor do mundo têm crescido em um ritmo bem rápido nos últimos anos. Estamos vendo cada vez mais clientes interessados em incorporar noções de sustentabilidade aos seus investimentos. E essa procura deve se intensificar por conta de mudanças sociais e demográficas, do aumento das regulamentações e do foco do governo, além da maior confiança dos investidores.
  • Percepções e dados aprimorados possibilitam criar portfólios sustentáveis sem que você precise abrir mão de seus objetivos financeiros.Baseada em dados com backtesting, nossa pesquisa mostra como índices com foco em ESG igualaram ou superaram os retornos de seus equivalentes mais comuns apresentando volatilidade semelhante. Acreditamos que a área de ESG tem muito em comum com as métricas de qualidade atuais, tais como balanços fortes , o que sugere que portfólios abertos a ESG podem ser mais resistentes durante recessões.
  • Ser inovador em investimento sustentável exige que se vá além das manchetes. Os dados de ESG evoluíram, mas ainda são incompletos. Novas tecnologias e metodologias nos permitem dar grandes passos de forma a aprimorar os dados de sustentabilidade. Dentre elas estão técnicas para estimar dados ausentes e determinar sua importância para o desempenho dos investimentos.
  • A integração de considerações de sustentabilidade a processos de investimento está em ascensão, e por uma boa razão. Incorporar noções relevantes de sustentabilidade pode fornecer uma visão mais holística dos riscos e oportunidades associados a um determinado investimento. Não existe uma abordagem de “tamanho único”, mas a chance de melhorar os processos de investimento integrando considerações concretas de sustentabilidade é real e crescente.

Evolução dos dados de ESG

Com o investimento sustentável ganhando popularidade, os provedores de dados aumentaram seus esforços para coletar e relatar indicadores de ESG. Por exemplo, a MSCI passou a acompanhar um número maior de empresas e métricas importantes. Veja abaixo o gráfico Cobertura mais abrangente. Contudo, a falta de padrões aceitos para a divulgação de dados dificulta a pronta comparação ou combinação de informações entre diferentes provedores. Além disso, dados parciais incompletos tornam a análise histórica ainda mais difícil. A fim de lidar com essa questão, criamos um banco de dados personalizado que combina dados de diversas fontes de ESG e preenche essas lacunas históricas.

Divulgação de ESG por empresas do índice MSCI ACWI, 2009 e 2017

Vantagem para todos

Inovações tecnológicas e ações regulatórias estão estimulando a transição para uma economia pouco poluente; ou seja, uma sociedade que oferece bens e serviços com mais eficiência e que depende menos de emissões de dióxido de carbono (CO2). Nossa abordagem de investimento foi projetada para esse cenário de transição e concentra-se em direcionar capital para as empresas mais bem preparadas para lidar com essa mudança global, com o objetivo de ajudar a proporcionar retornos financeiros competitivos e de longo prazo em relação a suas referências tradicionais.

Além de possíveis estímulos financeiros, uma abordagem projetada para esse cenário de transição também pode oferecer melhores resultados ambientais em relação a benchmarks comuns. Descobrimos que um foco específico nessa transição mostrou uma redução de 50% na intensidade de emissões e um aumento de 30% na exposição a tecnologias limpas em relação ao benchmark comum, com base em nossa análise de portfólio hipotético de ações globais. Veja o gráfico Validação ambiental.

Métricas ambientais de um índice de ações hipotético projetado para um cenário de transição, 2015 a 2018
Brian Deese
Head global de investimento sustentável
Philipp Hildebrand
Vice-presidente da BlackRock
Isabelle Mateos y Lago
Estrategista de investimentos em multiativos, BlackRock Investment Institute
Isabelle Mateos y Lago, Managing Director, is a global macro investment strategist in the Investment Strategy team of the BlackRock Investment Institute. The team creates ...