DESMISTIFICAÇÃO DA SUSTENTABILIDADE

Esclarecer os factos sobre o investimento em índices sustentáveis.

Acreditamos que a sustentabilidade é o futuro do investimento. Com uma melhoria nos dados de investimento, análises ESG mais sofisticadas e uma vasta gama de produtos por onde escolher, os investidores têm mais escolha do que nunca para construírem carteiras sustentáveis. No entanto, o rápido crescimento do setor resultou na propagação de vários mitos e equívocos relativamente à indexação sustentável. Este guia visa desmistificar estes mitos e ajudar a dar aos investidores a clareza de que necessitam para construírem carteiras mais sustentáveis.

Capital sujeito a risco. Estas informações não devem ser consideradas como conselho de investimento ou recomendação em relação a quaisquer produtos ou estratégias. As considerações ambientais, sociais e de governação ("ESG") aqui discutidas podem, pontualmente, afetar a decisão de uma equipa de investimento de investir em determinadas empresas ou setores. Os resultados podem divergir de carteiras que não aplicam considerações ESG similares ao seu processo de investimento.

Esclarecer os factos

TRANSFERIR O GUIA

Mito 1: o investimento sustentável carece de uma definição comum; não existem normas claras para construir uma carteira sustentável.

Facto: existem vários métodos padrão para investir sustentavelmente. A indexação pode ajudá-lo a alinhar claramente a sua abordagem de investimento com os seus objetivos financeiros e sustentáveis.


Mito 2: o investimento sustentável é demasiado contrastado para a indexação e requer uma gestão ativa para expressar os valores e preferências dos investidores relativamente a fatores ambientais, sociais e de governação (ESG).

Facto: o investimento em índices permite aos investidores implementarem as suas preferências de sustentabilidade de forma explícita e consistente em todas as exposições.


Mito 3: os gestores de fundos de índices carecem das ferramentas de gestão para impulsionar a mudança.

Facto: os gestores de fundos de índices que implementam uma investment stewardship ativa podem impulsionar a mudança a longo prazo.


Mito 4: a indexação sustentável funciona para ações, mas não para exposições de rendimento fixo e os dados ESG de rendimento fixo continuarão a ficar atrás das ações.

Facto: as preferências de sustentabilidade podem ser aplicadas numa série de exposições de rendimento fixo e os motores da procura ESG em rendimento fixo são semelhantes aos de outras classes de ativos.


Mito 5: a sustentabilidade tem um preço.

Facto: a indexação permite aceder ao investimento sustentável a uma fração do custo.


Mito 6: é preciso sacrificar o desempenho quando se utiliza a indexação sustentável.

Facto: os primeiros elementos informativos sobre o desempenho do índice ESG põem fortemente em causa o velho preconceito segundo o qual o investimento sustentável requer desistir de retornos financeiros para obter melhores resultados ESG.

Fonte: BlackRock, à data de 30 de abril de 2020. Estas informações não devem ser consideradas como pesquisa, conselho de investimento ou recomendação em relação a quaisquer produtos, estratégias ou títulos em particular. Destinam-se apenas a fins ilustrativos e informativos e estão sujeitas a alterações. Não foram aprovadas por qualquer autoridade regulamentar ou regulador de títulos.

Pretende aprofundar os mitos e factos? Transfira agora o nosso guia completo.

TRANSFERIR O DOCUMENTO "DESMISTIFICAÇÃO DA SUSTENTABILIDADE"

Aprofunda os mitos e factos.