AÇÕES DE INVESTIMENTO

Defendendo os ETFs em três gráficos

22 mai 2017
por BlackRock

É provável que você esteja familiarizado com o conceito de fundos mútuos e talvez até tenha pelo menos alguns em suas contas de aposentadoria ou outras contas. Porém, talvez tenha menos informações sobre outro veículo de investimento que vem sendo amplamente utilizado por muitos tipos de investidores: os fundos negociados em bolsa (ETFs).

O que são ETFs?

Em primeiro lugar, uma definição básica. Os ETFs combinam recursos geralmente encontrados em fundos mútuos e ações. Como os fundos mútuos, a maioria dos ETFs é constituída por várias ações, títulos de dívida ou outros ativos. Como um fundo de índice, um ETF pretende acompanhar o desempenho de uma referência de mercado específica, como o S&P 500 ou o Russell 2000. E, assim como as ações, os ETFs são negociados em uma bolsa ao longo do dia.

Quer investir em ETFs? Eis três fatos para começo de conversa.

Os ETFs não são produtos de nicho

Os ETFs existem há mais de duas décadas, mas realmente decolaram nos últimos cinco anos, mais ou menos. Hoje em dia, investidores de todos os tipos, desde pessoas físicas até instituições sofisticadas, ajudaram a aumentar os ativos em ETFs para mais de 3,1 trilhões de USD em todo o mundo. E embora isso represente apenas uma fração dos 21 trilhões de USD investidos em fundos mútuos, os ETFs estão crescendo em ritmo mais acelerado, mais do que duplicando em volume ao longo dos últimos cinco anos.1

Parte da atratividade dos ETFs está na sua flexibilidade. Ao contrário dos fundos mútuos, que só podem ser comprados ou vendidos uma vez por dia, a um preço estabelecido no fechamento do mercado, os ETFs podem ser negociados sempre que o mercado estiver aberto, assim como as ações. Os investidores também podem negociá-los da mesma forma que fazem com as ações, incluindo venda a descoberto ou compra com margem, e não há exigência de valor de investimento mínimo.

Os ETFs cresceram dez vezes ao longo das últimas duas décadas

os ETFs cresceram dez vezes ao longo das últimas duas décadas

Custos mais baixos ajudam a capitalizar e aumentar seus ganhos

Uma atração ainda maior dos ETFs é o resultado final: reduzir os custos. As taxas da maioria dos ETFs tendem a ser muito menores do que as dos fundos mútuos, ou seja, mais dinheiro é efetivamente investido.

Na verdade, os ETFs iShares Core, em média, correspondem a um décimo da proporção de despesas líquidas da maioria dos fundos mútuos.2 O impacto dessas economias de custos pode ser significativo, especialmente ao longo do tempo ou quando os retornos do mercado estão lentos.

Eis outro benefício em potencial. Os ETFs tendem a ser relativamente eficientes do ponto de vista tributário e incorrem em menores distribuições de ganhos de capital indesejáveis. Então você pode economizar de saída, ao longo do tempo e nos impostos a pagar.

Menores taxas e impostos mais baixos significam maiores montantes para investir

Somando-se a isso taxas menores e impostos mais baixos, os ETFs iShares podem economizar cerca de 60 mil dólares em um portfólio de 25 mil dólares ao longo de dez anos.

menores taxas e impostos mais baixos significam maiores montantes para investir

Fonte: o gráfico reflete o crescimento hipotético de um investimento fictício de 250 mil dólares com um retorno de 8% e assume o reinvestimento de dividendos e ganhos de capital. As despesas do fundo, incluindo taxas de administração e outras despesas, já foram deduzidas. O gráfico é apenas para fins ilustrativos e não é indicativo do desempenho de qualquer fundo real ou portfólio de investimento.

Os ETFs facilitam a entrada e a permanência no mercado

Em última análise, certamente a busca de seus objetivos financeiros precisa que o dinheiro permaneça investido. É quase impossível sincronizar os altos e baixos do mercado, e perder os repiques pode ser custoso. Neste exemplo, perder apenas os cinco dias de melhor desempenho ao longo dos últimos 20 anos custaria mais de 160 mil dólares; perder os 25 dias de melhor desempenho custaria cerca de 75% dos ganhos em potencial.

Então, em vez de tentar ser mais inteligente que o mercado, talvez faça mais sentido apenas permanecer no mercado, com inteligência.

Perder os dias de melhor desempenho pode prejudicar os seus retornos

Investimento hipotético de 100 mil dólares no S&P 500 Index ao longo dos últimos 20 anos (1996)

perder os dias de melhor desempenho pode prejudicar os seus retornos no longo prazo

Apenas para fins ilustrativos. O gráfico acima mostra como um investimento hipotético de 100 mil dólares em ações teria sido afetado por perder os dias de melhor desempenho do mercado ao longo do período de 20 anos, desde 1° de janeiro de 1996 até 31 de dezembro de 2015.
Fonte: BlackRock; Bloomberg. As ações são representadas pelo S&P 500 Index, um índice não gerenciado que geralmente é considerado representativo do mercado de ações dos EUA. O desempenho anterior não é garantia de resultados futuros. Não é possível investir diretamente em um índice.

Conveniência, custo e escolha. Três motivos pelos quais os investidores devem considerar construir a base de seus portfólios de longo prazo com ETFs.