Por que ações de crescimento continuam rentáveis?

Russ Koesterich |06 nov 2019

Russ descreve as razões pelas quais as ações de crescimento ainda podem superar o valor.

As pessoas sempre valorizam o que é escasso. Dada a disputa comercial cada vez mais instável, as taxas de juros baixas a negativas e o crescimento econômico em desaceleração, os investidores justificadamente valorizam as coberturas, o rendimento e o crescimento dos lucros. Essa dinâmica ajuda a explicar por que, apesar de um prêmio relativamente alto, as ações de crescimento continuam superando o valor. Na medida em que é improvável que o crescimento econômico se recupere rapidamente, é provável que essa tendência continue.

O crescimento continua a se beneficiar de um ambiente de desaceleração do crescimento. Por exemplo, em junho, destaquei as implicações da diminuição substancial da inclinação da curva de juros, tendência que apenas se intensificou. Desde então, outros indicadores apenas reforçaram a impressão de desaceleração econômica. Mais recentemente, o principal indicador de manufatura dos EUA caiu para mínimos de vários anos, sugerindo que esse setor já pode estar em contração.

Valor relativo elevado, não absurdo

O contra-argumento para o desempenho contínuo do crescimento: uma grande valorização de prêmio. Embora este seja um argumento razoável, não é a história completa. Considere o seguinte:

  1. Os diferenciais de valor/crescimento estão bem dentro da faixa histórica. Embora o prêmio atual de crescimento sobre o valor seja elevado, não é indicativo de um evento extremo como a bolha da tecnologia (veja o Gráfico 1). No final de agosto, o Índice de Crescimento Russell 1000 (Russell 1000 Growth Index) estava sendo negociado com um prêmio de 70% em valor. Embora o prêmio atual seja alto para os padrões pós-crise, ele não está nem no mesmo patamar de 20 anos atrás. No seu auge em 2000, o P/L do Índice de Crescimento Russell 1000 foi de 350% do valor P/L.
  2. A desaceleração do crescimento justifica um prêmio mais alto. O prêmio de hoje é sobre o que você esperaria, dado o cenário econômico. Como destaquei há alguns meses, o prêmio do crescimento se expande à medida que as expectativas econômicas diminuem. Essa relação é bem demonstrada pela curva do Tesouro dos EUA, que explica aproximadamente 50% da relação em múltiplos. Com a Curva do Tesouro 10-2 quase inversa, ou seja, rendimentos de 2 anos iguais a rendimentos de 10 anos, o prêmio de hoje parece estar correto.
  3. Tendências seculares favorecem as indústrias em crescimento. A economia global é cada vez mais dominada por várias tendências seculares: crescimento e inflação baixos, mas estáveis, a ascensão do modelo de negócios “cap-light”, uma mudança secular no consumo de bens e serviços, e economias de escala sem precedentes para plataformas de tecnologia seleta. Todas essas tendências favorecem as ações de crescimento.

Crescimento vs. Valor P/L

Crescimento vs. Valor P/L

Fonte: Bloomberg, setembro de 2019.

Em resumo, não é que o valor nunca irá superar novamente. Uma forte recuperação cíclica, como vimos no final de 2016, pode levar a um forte período de valor. Dito isso, o vento continua a favorecer o crescimento, razão pela qual os investidores esperam pagar um prêmio por isso.

Russ Koesterich
Russ Koesterich
Portfolio Manager, Global Allocation
CFA, é gerente de portfólio para a equipe de Alocação Global da BlackRock.