Perspectivas de mercado 2020: Testando os limites

Repensando a resiliência

Os rendimentos estão testando os limites mais baixos em muitos mercados desenvolvidos, tornando muitos títulos públicos um lastro de portfólio menos eficiente nas liquidações no mercado de ações. Isso nos obriga a repensar seu papel em alocações estratégicas. O foco na sustentabilidade pode ajudar a tornar os portfólios mais resilientes. Uma visão comum é que o investimento sustentável exige que se abra mão de retornos em potencial, mas acreditamos que uma realocação enorme de capital em ativos sustentáveis poderia ajudá-los a ter um desempenho melhor na longa transição para uma economia de baixo carbono.

Implicação: preferimos títulos do Tesouro dos Estados Unidos a outros títulos de menor rendimento como lastro do portfólio e vemos uma justificativa sólida para integrar a sustentabilidade em processos de investimentos.

Riscos de inflação subestimados
Fatores determinantes dos salários dos Estados Unidos, 2008-2019

Fatores determinantes dos salários dos Estados Unidos, 2008-2019
  • BlackRock Investment Institute e Bureau of Labor Statistics dos Estados Unidos, com dados da Refinitiv Datastream, janeiro de 2020. Observações: este gráfico mostra a variação anual do índice do custo de emprego e a variação anual dos vários componentes implícitos relacionados a suas respectivas médias, de 1996 a 2019. A decomposição é similar àquela feita pela ex-presidente do Federal Reserve, Janet Yellen, em um discurso em setembro de 2015.

  • A postura moderada em 2019 levou os rendimentos dos títulos de alguns mercados desenvolvidos para perto de níveis que consideramos seus limites mínimos. Isso implica menos espaço para queda dos rendimentos durante liquidações de ativos de risco. Um terço dos títulos públicos de mercados desenvolvidos e do universo de crédito com grau de investimento teve rendimentos negativos no início de 2020, segundo dados da Refinitiv. O enfraquecimento ou o fim da correlação negativa entre as ações e os títulos também poderia abalar o papel dos títulos públicos como proteção do portfólio.
  • Rendimentos baixos também significam que os títulos oferecem menos proteção contra quaisquer impactos que elevam a inflação. A inflação poderá surpreender positivamente em 2020, especialmente nos Estados Unidos. Os motivos incluem aumentos na utilização da capacidade e mercados de trabalho restritos. Os salários estão aumentando, conforme mostrado no gráfico acima. Ao longo do tempo, impactos na oferta poderiam exercer pressões sobre o preço. Vemos justificativa para substituir algumas exposições de títulos públicos nominais por títulos do Tesouro atrelados à inflação (TIPS) dos Estados Unidos em alocações estratégicas como uma fonte de resiliência contra surpresas da inflação.
  • As tensões geopolíticas permanecem altas no Oriente Médio, e acreditamos que os mercados estejam subestimando os riscos cibernéticos antes da eleição nos Estados Unidos. Consulte nosso painel de risco geopolítico.

Conclusão: Os baixos rendimentos de títulos públicos e os riscos de inflação subestimados requerem repensar no papel dos títulos públicos como um lastro do portfólio, especialmente fora dos Estados Unidos.

Nossos autores
Philipp Hildebrand
Vice Chairman
Jean Boivin
Managing Director, Global Head of Research for the Blackrock Investment Institute
Elga Bartsch
Managing Director, Head of Macro Research of the BlackRock Investment Institute
Mike Pyle
Chief Investment Strategist, BlackRock Investment Institute
Scott Thiel
Chief Fixed Income Strategist