A OPINIÃO DE ANDREW

Investimento em fatores - uma estrada ampla
à frente?

28 jul 2017

Enquanto investidores continuam adicionando estratégias baseadas em fatores aos seus portfólios, observadores do setor já se perguntaram: as estratégias de fatores estão se tornando populares demais?

Odeio esperar no trânsito. Não gosto das constantes paradas e partidas, da sensação de estar se arrastando e da aglomeração. Como qualquer motorista sabe, não é apenas o número total de carros que importa, mas também o tamanho da estrada em si: a mesma quantidade de tráfego em uma rodovia ou em uma estrada de pista única faz toda a diferença entre uma viagem tranquila e um engarrafamento.

Mais de 18 bilhões de USD fluíram para ETFs smart beta negociados nos EUA no primeiro semestre de 2017, após 43 bilhões de USD terem sido investidos em 2016.1 Esses números parecem impressionantes, então não é surpresa que alguns investidores já se tenham perguntado se as estratégias de fatores se tornaram disputadas demais, minando seus potenciais ganhos. Mas no contexto mais amplo: as estratégias de fatores são uma rodovia ou uma estrada de terra? As estratégias de fatores atingiram a sua capacidade máxima?

Vamos começar citando alguns fatos e números importantes.

Quanto é investido em estratégias de fatores hoje em dia?

Atualmente, ativos ligados a estratégias de fatores estão sendo simplesmente ofuscados por recursos investidos em veículos tradicionais, como fundos ativos e passivos.

Por exemplo, considere fundos smart beta que investem em componentes do S&P 500 Index. O S&P 500 Index representava 19,2 trilhões de USD em valor de mercado na data de 31 de dezembro de 2016. Dos 8,7 trilhões de USD em ativos indexados ou comparados com o S&P 500, os fundos mútuos ativamente gerenciados contabilizavam 5,7 trilhões de USD. Em comparação, ETFs smart beta de ações negociadas nos EUA representavam aproximadamente 224 bilhões de USD, ou menos de 1,2% da capitalização de mercado do S&P 500 Index. O valor atual investido em fundos smart beta é mínimo!

Ativos smart beta ofuscados no universo dos EUA

Ativos smart beta ofuscados no universo dos EUA

Fonte: BlackRock, S&P Dow Jones Indices Annual Survey of Assets, 31/12/16.

Ao contrário de algumas estratégias propensas a limitações de capacidade, como ações de capitalização micro ou estratégias ativas que trafegam em nomes pouco negociados, as estratégias de fatores geralmente tendem a investir em títulos com mais liquidez, fazendo negociações em mercados profundos. Fundos de fatores podem ter maior capacidade de investimento em novos fluxos de fundo sem afetar indevidamente os preços dos títulos, dando-lhes o potencial para acomodar grandes fluxos.

Trilhões de dólares em fundos ativos já seguem fatores

Embora o montante investido diretamente em estratégias smart beta seja minúsculo, muitas instituições já investem em fatores, mesmo sem alocar recursos explicitamente em estratégias de fatores ou smart beta. Nossa pesquisa decompôs retornos de fundos mútuos ativos em três componentes: fatores, componentes que variam com o tempo e seleção de títulos. Dos trilhões de dólares em fundos mútuos ativos dos EUA, acreditamos que o primeiro componente, as exposições a fatores estáticos, pode representar bem mais do que 2 trilhões de USD de ativos sob gestão.

Em outras palavras, o dinheiro já está seguindo essas estratégias de fatores; o que está mudando é a forma como os investidores estão acessando esses fatores.

Medindo a capacidade das estratégias de fatores

Há várias maneiras de estimar a capacidade de estratégias baseadas em fatores, incluindo propriedade de ativos, fluxos de capital e custos de transação. Vamos pensar nas estimativas de custos de transação, que podem não fornecer medidas definitivas de capacidade, mas certamente são informativas sobre negociações reais que tiveram participação de investidores.

Cada investimento adicional em uma estratégia baseada em fatores incorre em um custo adicional de transação. Há um ponto de equilíbrio, onde os novos fluxos de todos os investidores são consumidos por custos de transação, compensando os prêmios smart beta históricos. A que distância estamos do ponto de equilíbrio de ativos sob gestão, ponto este que indica que não há capacidade adicional?

Para lidar com a questão da capacidade, usamos o modelo de custos de transação de propriedade da Blackrock, que abrange dezenas de milhares de títulos, incluindo mais de 50.000 ações. O modelo é usado diariamente por equipes de investimento da BlackRock e incorpora giro, volume, riscos gerais de mercado e de ações específicas, comissões, impostos, diferenças e outros dados. O modelo é usado para negociações em todos os nossos portfólios, não apenas nos títulos dentro de estratégias smart beta.

O que os custos de transação nos dizem sobre a potencial capacidade das estratégias de fatores?

Com um horizonte de cinco dias de negociação, o que é apropriado para grandes negociações, cada fator de valor, momentum, qualidade, tamanho e volatilidade mínima mostra potencial de capacidade na casa das centenas de bilhões. Alguns fatores, como a volatilidade mínima, podem ter capacidade de mais de 1 trilhão de USD. O fator de momentum tem o maior giro e volatilidade se comparado a outros fatores de estilo e, portanto, deve ter a menor capacidade. No entanto, até mesmo no caso do momentum, nossa estimativa da capacidade excede 320 bilhões de USD.

Para a maioria dos fatores, o ponto de equilíbrio dos custos de transação indica uma capacidade que supera muito os ativos atualmente investidos nesses fatores de estilo.

E quanto a aglomeração e avaliação?

Uma aglomeração, ou uma negociação aglomerada, representa um risco para os investidores que detêm posições altas ou semelhantes e desejam abandonar essas posições simultaneamente. Aglomerações podem se manifestar em tendências de curto prazo e em avaliações altas de curto prazo. Essas são preocupações importantes, mas são diferentes das considerações de capacidade de longo prazo.

Todos os ativos passam por períodos de tendências ascendentes e descendentes e por avaliações altas ou baixas. Um investidor hábil pode ser capaz de usar métricas de avaliação e força relativa para inclinar posições de fator de maneira gradual ao longo do tempo. Outros sinais úteis para um quadro de inclinação de fatores podem ser dispersão e regime econômico. Leia meu recente post sobre inclinação de fatores para saber mais sobre como inclinações podem ajudar a melhorar os retornos e confira as perspectivas para nossos pontos de vista mais recentes sobre posições overweight ou underweight em fatores.

Amplo espaço na estrada

Então, e os questionadores que alegam que as estratégias de fatores atingiram o limite da capacidade? Fizemos uma pesquisa, e ela sugere que há grande potencial de capacidade em estratégias de fatores e smart beta. Acreditamos que a capacidade poderia ser de pelo menos centenas de bilhões e, em muitos casos, trilhões de dólares em ativos – mais de 100 ou 1000 vezes o que é investido em estratégias de fatores hoje – em termos de capacidade a ser alcançada. Estratégias de fator parecem ter uma ampla estrada pela frente.

Andrew Ang
Head of Factor Investing Strategies
Andrew Ang, PhD, Managing Director, is Head of Factor Investing Strategies and leads BlackRock’s Factor-Based Strategies Group. Throughout his career, Dr. Ang’s ...